Em Dia de Luto, Itália fará funeral de vítimas de Terremoto

O governo italiano celebrará um funeral de Estado neste sábado para algumas das vítimas do terremoto. Segundo um novo balanço comunicado nesta sexta-feira pela Defesa Civil, o número de mortos subiu para 281, e 387 feridos foram hospitalizados — 40 em estado crítico. Mais de 900 réplicas já foram registradas após o tremor de magnitude 6,2 devastar a região central do país na quarta-feira.

Na manhã desta sexta-feira, as famílias já se preparavam enterrar os mortos e organizar os primeiros funerais, incluindo o de duas crianças e de seus avós que morreram em Pescara del Tronto.

A cerimônia fúnebre das vítimas da cidade de Arquata del Tronto será realizada em um ginásio e contará com a presença do presidente italiano, Sergio Mattarella, informou a agência de notícias Ansa. Até o momento, 49 dos mortos procediam da pequena cidade e de Pescara del Tronto.

Após declarar estado de emergência nacional, o primeiro-ministro, Matteo Renzi, alocou € 50 milhões de fundos para a reconstrução das áreas atingidas. No sábado, dia de luto nacional, as bandeiras serão hasteadas a meio mastro em edifícios estatais.

O Executivo anunciou ainda um novo plano de prevenção anti-sísmica depois que o terremoto deixou um balanço de mortos muito elevado em uma zona na qual se sabia que havia risco de tremores.

A terra continua tremendo, e os sobreviventes tiveram de dormir pela segunda noite em tendas fornecidas pelos serviços de emergência.

Um total de 928 tremores secundários foram registrados na área ao redor de Amatrice — uma das mais afetadas — e as cidades vizinhas de Pescara del Tronto, Accumoli e Arquata del Tronto.

Na manhã desta sexta-feira, outro forte tremor atingiu a região do centro da Itália, causando mais danos a edifícios em Amatrice.

Os socorristas continuavam buscando sobreviventes entre os escombros. Com o passar das horas, diminuem as esperanças de encontrar pessoas com vida.

Agência Ansa 

Share on Google Plus

RN NEWS - O RIO GRANDE DO NORTE EM FOCO