Campeão mundial de handebol e DJ são indiciados e presos por tráfico de drogas


O campeão mundial de handebol de areia Caio Gabino e o personal trainer e DJ Pedro Uchoa voltaram a ser presos nesse domingo (21), suspeitos de tráfico de drogas. Eles tinham sido detidos em flagrante no início de julho, mas liberados após audiência de custódia. A nova detenção aconteceu por força de mandado de prisão preventiva. A ordem judicial foi expedida pela Vara de Entorpecentes da Capital. A informação foi confirmada pelo delegado Thiago Sandes, em entrevista ao programa Correio da Manhã, na rádio Correio, 98 FM.

De acordo com a autoridade policial, os suspeitos foram indiciados por tráfico e associação ao tráfico de drogas. Ele disse também que um dos suspeitos foi preso no bairro do Bessa, em João Pessoa, enquanto o outro foi preso em Recife, Pernambuco. Os suspeitos não resistiram à prisão. “Quando as equipes se apresentaram eles entenderam a situação e não resistiram. Até pelo local onde eles estavam. Um estava almoçando com a família, o outro estava num hotel. Então eles evitaram chamar atenção", contou Thiago Sandes.
Entenda o caso
Pedro Uchoa e Caio Gabino foram presos em flagrante no dia 7 de julho em um posto de combustíveis no bairro Esplanada, na capital paraibana. Eles portavam maconha, cocaína, ecstasy e R$ 2.800. Eles foram liberados no dia seguinte, após audiência de custódia. Mensagens publicadas nas redes sociais denunciaram que os suspeitos debocharam da situação na delegação. A versão foi negada pelos advogados dos suspeitos. 
Portal Correio
Share on Google Plus

RN NEWS - O RIO GRANDE DO NORTE EM FOCO