ABC fecha parceria com a Arena PFC para ganhar espaço no Fut 7

O ABC tem apostado nesta temporada em esportes amadores, muito além do futebol de campo. Depois do handebol, futebol americano e basquete o clube começou na semana passada o projeto para contar com uma equipe de Futebol de 7 (o Fut 7) que é disputado num campo de society. 
 
Ainda pouco disputada no Rio Grande do Norte, a modalidade já é tradicional nos principais centros do país com os escudos das principais equipes e sempre contou com nomes fortes como Falcão (do futsal) e o ex-jogador Edmundo.
 
O Alvinegro agora busca seu espaço no esporte também apostando numa parceria com o tradicional Dois D’Ouro, equipe que teve início lá na década de 1970, no bairro do Tirol.
 
Depois de 15 anos com atividades suspensas, o time resgatou sua essência e reuniu um elenco formado por jogadores que ainda atuam profissionalmente, como os atacantes Fábio Potiguar (no futebol de campo) e Pipoca (no futsal), e uma base já conhecida do treinador Fabiano Lopes com objetivo ambicioso já nesta temporada: a disputa do Campeonato Brasileiro, em novembro.
 
“Há três meses, em uma conversa informal, eu e Marquinhos [preparador físico] resolvemos voltar com a equipe. Surgiu a ideia de montar o time, de ressurgir com o Dois d’Ouro e eu fui buscando jogador dedo a dedo”, explicou o treinador.
 
O projeto é, também, abraçado inteiramente pelos jogadores, que não tem remuneração para atuar.  “A gente buscou um elenco com grandes homens, não só com bons jogadores. Com pessoas que entendessem nossa realidade e pudessem acreditar num projeto que no futuro pode dar frutos”, reafirmou Fabiano.
Ele acrescenta: "É o que eu tenho dito aqui. Ninguém vai ficar rico com isso, ninguém vai ser o cara mais famoso do mundo. Mas a gente está aqui principalmente pra se divertir e trabalhar com muita seriedade”.
 
A ideia busca ainda alavancar o esporte por aqui. “A gente quer que seja um projeto diferenciado. Primeiro a gente quer alavancar o Fut 7. Já está rolando nos bastidores que os outros clubes do RN já estão se mexendo pra montar os times. E a gente quer isso mesmo, essa rivalidade sadia”, explica o capitão da equipe, Diego Freitas.
 
O time só fez um amistoso de preparação e venceu à AABB por 1 a 0 com gol de Pipoca. Agora, o elenco de 21 jogadores se apresentou oficialmente no campo da Arena PFC, onde treinará, para se preparar para a Copa Cenas Lamentáveis, que acontecerá em Mossoró, em setembro.
 
O atacante Pipoca, de 23 anos, é um dos principais nomes da equipe. Autor do primeiro gol do ABC Dois D’ouro na parceria, ele vive dias de memória vestindo a camisa Alvinegra. Ele jogou nas categorias de base do Elefante no futebol de campo, mas acabou não seguindo carreira. 
 
“Fico feliz por estar de volta ao ABC. Eu joguei durante três anos nas categorias de base do clube, agora estou retornando de outra maneira”, comemorou o jogador. 
 
Parceiros abrem portas
 
Desde o retorno às atividades, o Dois D’Ouro já acertou algumas parcerias importantes para começar o projeto de desenvolver o Fut 7 no Rio Grande do Norte. A principal delas, com o ABC, já tem dado retorno, como a participação no Campeonato Brasileiro no final do ano. 
 
Para manter essa preparação forte, o time também tem contado com a ajuda da ERK, que tem fornecido o material esportivo. “O Eduardo Ramos [dono da ERK] sempre teve uma participação muito forte nos esportes amadores e está também nos ajudando muito nesse projeto”, destacou o capitão Diego Freitas.
 
Outro ponto fundamental na formação e treinamento da equipe é a Arena PFC, em Neópolis, que cedeu o local. A escolha pelo campo se deu pela grama sintética ser padrão Fifa e atender exatamente as dimensões das competições de Fut 7.
 
Além disso, a Arena PFC será a casa do Alvinegro nas partidas oficiais disputadas em Natal. “Temos uma expectativa muito grande, pois seremos a casa do ABC nesses jogos nacionais e estaduais. Pra gente é uma satisfação imensa ser a casa de um grande clube potiguar e de um dos grandes clubes do Nordeste. Esperamos que a parceria seja vencedora”, avalia Leandro Ricelli, um dos proprietários da Arena PFC. 
 
“O nosso estado não valoriza muito o esporte amador e quem sabe essa modalidade possa crescer bastante no cenário nacional, já que fora do país já se pratica bastante”, complementa o empresário.

Novo Jornal 
Share on Google Plus

RN NEWS - O RIO GRANDE DO NORTE EM FOCO