Ministro garante investimentos em energia eólica

Carlos Minc afirma que foi aconselhado por Dilma a “ir fundo” na energia eólica e que é preciso mudar a mentalidade sobre a energia.


A questão eólica está sendo discutida no Fórum Nacional Eólico, que acontece em Natal nesta quinta (18) e sexta-feira (19), com participação de empresas internacionais e representantes do Governo Federal, como o ministro do Meio Ambiente Carlos Minc.

Ele acredita no potencial do Brasil e afirma que vai apoiar todo tipo de investimentos do Governo no setor eólico. “A questão eólica no Brasil é uma questão cultural, todos acham que não podemos, mas a Dinamarca produz 30%, Portugal produz 4.200 Mega e o Brasil, que tem maior potencial só gera 1.200 Mega de energia”, diz.

Para ele, é preciso mudar a mentalidade dos investidores e do Governo. “O mais difícil é mudar a mentalidade, as pessoas acham que energia eólica é cara, que não funciona. Temos que entender: como os Estado Unidos, Alemanha, China, Espanha estão dando um salto na energia eólica. E as pessoas esquecem que no Brasil, temos um plano clima, precisamos de metas para as energias renováveis e redução das emissões”, conclui.

Mas o discurso do Ministro esbarra nas garantias de compra da energia eólica. Ele se defende alegando que o setor tem que ser mais discutido. “O setor privado está doido pra fazer investimentos, mas o licenciamento breca, energia não é ligada na rede, o Governo não faz leilão, ai vira uma travessia do Rubicão”, aponta.

E depois afirma que a solução é que os Estados trabalhem em parceria com o Ministério. “Temos que falar a mesma língua para desenvolver o setor de energia eólica. A Ministra Dilma me aconselhou a ir fundo na energia eólica e eu vou”, afirma o Carlos Minc.
Share on Google Plus

RN NEWS - O RIO GRANDE DO NORTE EM FOCO